sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Terço de Libertação das Mercês

Ler: efésios 6,10-18
Creio... Pai Nosso... Ave Maria...

A cruz sagrada seja minha luz.
Não seja o dragão meu guia.
Retira-te, satanás.
Nunca me aconselhes coisas vãs.
É mau o que tu ofereces.
Bebe tu mesmo o teu veneno.
(Oração de São Bento)

No Lugar da Ave Maria:
Ave Maria, Virgem Poderosa,
Virgem das Mercês, Redentora de Cativos,
Rainha das vitórias,
que as vossas lágrimas de sangue
destruam as forças do inferno. Assim seja.

1ª dezena: Contemplamos Maria, que, por suas lágrimas de sangue, venceu o maligno e se tomou sinal de libertação para o mundo. Ó Pai, por intercessão de Nossa Senhora das Mercês, livra-nos de tu do que nos aprisiona e das tentações do demônio.
Ave Maria, Virgem Poderosa...

2ª dezena: Contemplamos Maria, que, por suas lágrimas de sangue, suportou a dor e a humilhação de ver seu Filho Jesus entregue aos assassinos. Ó Pai, por intercessão de Nossa Senhora das Mercês livra-nos dos corações vazios e invejosos.
Ave Maria, Virgem Poderosa...

3ª dezena: Contemplamos Maria, que, por suas lágrimas de sangue, sofreu o penoso caminho ao Calvário lado do seu Filho amado. Ó Pai, por intercessão de Nossa Senhora das Mercês, dá-nos a força do Espírito Santo nas dificuldades do nosso dia-a-dia.
Ave Maria, Virgem Poderosa...

4ª dezena: Contemplamos Maria, que, por suas lágrimas de sangue, presenciou a cruel crucificação e morte de seu Filho, Jesus Cristo, nosso Senhor. Ó Pai, por intercessão de Nossa Senhora das Mercês, liberta-nos de toda maldade e falsidade, toda inveja e cobiça.
Ave Maria, Virgem Poderosa...

5ª dezena: Contemplamos Maria, que, Livre da dor e da angustia, exultou de alegria com a Ressurreição do Filho de Deus. Ó Pai, com Nossa Senhora das Mercês, te louvamos por tuas graças e bênçãos que nos libertam de todas as aflições.
Ave Maria, Virgem Poderosa...

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Convite de amor de Jesus

Vem, meu filho, vem buscar em meu Coração as graças que tanto desejo comunicarte. Para agradar-me não é preciso ter muita ciência, basta amar-me e querer amar-me. Basta que mostre o teu coração e me comuniques todosos teus desejos. Vem, filho meu, fala-me com singeleza, como falarias ao teu mais íntimo amigo. Não tens ninguém que me queiras recomendar? Dize-me o nome de teus pais, parentes, irmãos e amigos. Dize-me o que desejas que faça a cada um deles.
Pede muito a meu Coração; são-lhe agradáveis as almas generosas que se empenham em favor do próximo. Fama-me dos pobres que quiseras alimíar... dos doentes que quiseras remediar... dos maus que quiseras converter... dos inimigos com quem te queres reconciliar... Faze-me por todos uma fervorosa oração. Lembra-me que prometi ouvir a súlica nsacida do coração. Não tens nada a me pedir para ti? ... Escreve, se quiseres, uma longa lista de todas as tuas necessidades e vem lê-la ao meu Coração. Pede o meu auxílio e eu te ajudarei nos esforços que fizeres para te corrigir. Filho, ão desanimes, não te envergonhes! No céu há muitos santos que tinham na terra os defeitos que tutens. Mas pediram-me e entregaram-se ao meu Coração.
Não hesites, pois posso valer-te em tudo e por tudo; pede-me com toda a confiança: bens espirituaise corporais, saúde, êxito feliz no trabalho, nos negócios e nos estudos. Quando esses bens forem úteis santificação eu os concedo com prazer. Meu filho, se soubesses quanto bem te quero e quanto desejo fazer por ti!
Não tens, por acaso, algum desgosto? Conta-me tuas penas. Quem te aborreceu? quem te ofendeu, quem te desprezou? ... Conta-me tudo, e dize-e que a todos perdoas e eu te abençoarei. Confia plenamente em meu Coração. Entrega-te todo à minha Providência!
Não tens alguma alegria que me queiras comunicar? Por que não vens contar-me as tuas felicidades? O que foi que te consolou? O que te fez sorrir? O que te aliviou o coração? O que te deu alegria? Saiba que todo o bem que te acontece procede de meu Coração. Por que não vens agradecer-me? Filho, a gratidão te alcançará sempre novos benefícios. O reconhecimento faz descer d céu o orvalho dagraça. O benfeitor gosta de ver lembradas as suas bondades. Sê grato e consolarás o meu coração.
Enfim, não tens alguma promessa a fazer-me? Prometes ser amável e amigo para com aquelas pessoas que ofenderam teu amor proprio? Promete-me, filho, e vem cada dia buscar em meu Coração a força de cumprir tuas promessas, pois eu também prometo ajudar-te. E de agora em diante, com mais dedicação, com mais obediência e fervor, entrega-me os eus trabalhos diários; sê modesto, silencioso, resignado, caridoso e paciente. Ama, ama muito a Virgem santíssima, minha Mãe imaculada, e sacrifica tudo para seres verdadeiro filho de Maria. Amanhã vem de novo visitar-me.

Retirada do livro: Orações do Povo de Deus. Editora Vozes.

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

O que é grafologia

A grafologia subsidia a área de Desenvolvimento de Pessoal e serve como ciência auxiliar nas áreas de Orientação Profissional, Pedagogia, Criminologia e Auto-Conhecimento.

Segue entrevista com o grafólogo Eduardo Evangelista. Ele explica a prática e benefícios desta ciência.

http://www.infonet.com.br/educacao/ler.asp?id=101851&titulo=especial

terça-feira, 22 de junho de 2010

Festa de São João

Origem da Festa Junina
Existem duas explicações para o termo festa junina. A primeira explica que surgiu em função das festividades ocorrem durante o mês de junho. Outra versão diz que está festa tem origem em países católicos da Europa e, portanto, seriam em homenagem a São João. No princípio, a festa era chamada de Joanina.
De acordo com historiadores, esta festividade foi trazida para o Brasil pelos portugueses, ainda durante o período colonial (época em que o Brasil foi colonizado e governado por Portugal).
Nesta época, havia uma grande influência de elementos culturais portugueses, chineses, espanhóis e franceses. Da França veio a dança marcada, característica típica das danças nobres e que, no Brasil, influenciou muito as típicas quadrilhas. Já a tradição de soltar fogos de artifício veio da China, região de onde teria surgido a manipulação da pólvora para a fabricação de fogos. Da península Ibérica teria vindo a dança de fitas, muito comum em Portugal e na Espanha.
Todos estes elementos culturais foram, com o passar do tempo, misturando-se aos aspectos culturais dos brasileiros (indígenas, afro-brasileiros e imigrantes europeus) nas diversas regiões do país, tomando características particulares em cada uma delas.

Festas Juninas no Nordeste

Embora sejam comemoradas nos quatro cantos do Brasil, na região Nordeste as festas ganham uma grande expressão. O mês de junho é o momento de se fazer homenagens aos três santos católicos: São João, São Pedro e Santo Antônio. Como é uma região onde a seca é um problema grave, os nordestinos aproveitam as festividades para agradecer as chuvas raras na região, que servem para manter a agricultura.
Além de alegrar o povo da região, as festas representam um importante momento econômico, pois muitos turistas visitam cidades nordestinas para acompanhar os festejos. Hotéis, comércios e clubes aumentam os lucros e geram empregos nestas cidades. Embora a maioria dos visitantes seja de brasileiros, é cada vez mais comum encontrarmos turistas europeus, asiáticos e norte-americanos que chegam ao Brasil para acompanhar de perto estas festas.

Comidas típicas

Como o mês de junho é a época da colheita do milho, grande parte dos doces, bolos e salgados, relacionados às festividades, são feitos deste alimento. Pamonha, cural, milho cozido, canjica, cuzcuz, pipoca, bolo de milho são apenas alguns exemplos.
Além das receitas com milho, também fazem parte do cardápio desta época: arroz doce, bolo de amendoim, bolo de pinhão, bombocado, broa de fubá, cocada, pé-de-moleque, quentão, vinho quente, batata doce e muito mais.

Tradições

As tradições fazem parte das comemorações. O mês de junho é marcado pelas fogueiras, que servem como centro para a famosa dança de quadrilhas. Os balões também compõem este cenário, embora cada vez mais raros em função das leis que proíbem esta prática, em função dos riscos de incêndio que representam.
No Nordeste, ainda é muito comum a formação dos grupos festeiros. Estes grupos ficam andando e cantando pelas ruas das cidades. Vão passando pelas casas, onde os moradores deixam nas janelas e portas uma grande quantidade de comidas e bebidas para serem degustadas pelos festeiros.
Já na região Sudeste são tradicionais a realização de quermesses. Estas festas populares são realizadas por igrejas, colégios, sindicatos e empresas. Possuem barraquinhas com comidas típicas e jogos para animar os visitantes. A dança da quadrilha, geralmente ocorre durante toda a quermesse.
Como Santo Antônio é considerado o santo casamenteiro, são comuns as simpatias para mulheres solteiras que querem se casar. No dia 13 de junho, as igrejas católicas distribuem o “pãozinho de Santo Antônio”. Diz a tradição que o pão bento deve ser colocado junto aos outros mantimentos da casa, para que nunca ocorra a falta. As mulheres que querem se casar, diz a tradição, devem comer deste pão.

Texto retirado do site: http://www.suapesquisa.com/musicacultura/historia_festa_junina.htm
Foto retirado do site: http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/foto/0,,14776302-EX,00.jpg

terça-feira, 1 de junho de 2010

Trezena de Santo Antônio

Súplica (para todos os dias)

Meu querido Santo Antônio, Santo dos mais carinhosos, o vosso ardente amor de Deus, as vossas sublimes virtudes e grande caridade para com o próximo vos mereceram durante a vida o poder de fazer milagres espantosos. Nada vos era impossível senão deixar de sentir compaixão pelos que necessitavam da vossa eficaz intercessão. A vós recorremos e vos imploramos que nos obtenhais a graça especial que neste momento pedimos. Ó bondoso e santo taumaturgo, cujo coração estava sempre cheio de simpatia pelos homens, segredai as nossas preces ao Menino Jesus que tanto gostava de repousar nos vossos braços. Uma palavra vossa nos obterá as mercês que pedimos.

1º dia :: 31/5 – Santo Antônio, mestre do Evangelho

- Sinal da cruz
- Palavra de Deus: "Não só de pão vive o homem, mas de toda a Palavra que sai da boca de Deus".
- Palavra do Santo: "São os pobres, os simples, os humildes, que têm fome e sede da Palavra da Vida".
- Oração: Senhor, a vossa Palavra é o alimento de nosso espírito e a luz em nosso caminho. Abri nosso coração para acolhê-la, nossa mente para entendê-la e motivai nossa vontade para praticá-la. Por intercessão de Santo Antônio, mestre do Evangelho, fazei com que consigamos orientar nossa vida pessoal, familiar e comunitária com a verdade libertadora de vossa Palavra. Amém!
- Pai-nosso... Ave-maria... Glória ao Pai...

2º dia :: 1/6 – Santo Antônio, mestre da oração

- Sinal da cruz
- Palavra de Deus: "Tudo o que pedirdes com fé na oração, vós alcançareis" (Mt. 21,22).
- Palavra do Santo: "A pessoa reza quando adere a Deus no amor e, em certo sentido, fala com Deus de maneira familiar e devota".
- Oração: Senhor, nós somos necessitados de mais vida e reconhecemos que Vós sois a fonte de todos os bens. A Vós recorremos na oração para nos manter em sintonia convosco. De coração arrependido, pedimos perdão de nossos pecados. De coração agradecido, vos louvamos pelas vossas maravilhas em favor da vida. Com Santo Antônio, mestre da oração, estamos em vossa presença como filhos. Amém!
- Pai-nosso... Ave-maria... Glória ao Pai...

3º Dia :: 2/6 – Santo Antônio, mestre da verdade

- Sinal da cruz
- Palavra de Deus: "Aquele que pratica a verdade, vem para a luz. Torna-se assim claro que as suas obras são feitas em Deus" (Jo 3,21).
- Palavra do Santo: A verdade convence e "nossa linguagem é penetrante quando é nosso agir que fala".
- Oração: Ó Santo Antônio, homem cheio de sabedoria, que através de teus ensinamentos, foste uma luz para a Igreja, ilumina o nosso caminho com a verdade do Evangelho e ensina a nossa sociedade a distinguir o bem do mal, para que jamais nos deixemos envolver pelas trevas do erro e da mentira. Por Cristo, na unidade do Espírito Santo. Amém!
- Pai-nosso... Ave-maria... Glória ao Pai...

4º Dia :: 3/6 – Santo Antônio, modelo de fé

- Sinal da cruz
- Palavra de Deus: "Os apóstolos disseram ao Senhor: "Aumenta-nos a fé!" Disse o Senhor: "Se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a esta amoreira: Arranca-te e transplanta-te no mar, e ela vos obedecerá". (Lc 17,5-6)
- Palavra do Santo: "Para o cristão, crer em Deus não significa tanto acreditar que Ele é verdadeiro e fiel; significa sim acreditar amando".
- Oração: Senhor, nós vos agradecemos pelo dom da fé que nos faz ver além das aparências as pessoas e os fatos. Fazei que nos dediquemos continuamente no crescimento da fé, pelo conhecimento da vossa palavra, pela oração e pela busca sincera da verdade. Que o exemplo de Santo Antônio nos ajude a viver uma fé sincera e corajosa, forte e segura. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, na unidade do Espírito Santo. Amém!
- Pai-nosso... Ave-maria... Glória ao Pai...

5º Dia :: 4/6 – Santo Antônio, modelo de esperança

- Sinal da cruz
- Palavra de Deus: "A tribulação produz a paciência, a paciência prova a fidelidade e a fidelidade comprovada produz a esperança. E a esperança não decepciona" (Rm 5, 4-5).
- Palavra do Santo: "A esperança é a expectativa dos bens futuros... Ao desesperado falta a coragem para progredir".
- Oração: Senhor, como faz bem ter esperança e cultivar a esperança. Em vós nossas esperanças sempre encontram resposta. E a cada resposta que vem de vós, nasce uma nova esperança. Nós vos pedimos, Senhor, que nosso coração seja fortalecido pela virtude da esperança e que nosso olhar se fixe lá onde se encontram as verdadeiras e eternas alegrias. Com Santo Antônio, renovai nossas esperanças em Jesus Cristo, na unidade do Espírito Santo. Amém!
- Pai-nosso... Ave-maria... Glória ao Pai...

6º Dia :: 5/6 – Santo Antônio, modelo de amor

- Sinal da cruz
- Palavra de Deus: "O meu mandamento é este: amai-vos uns aos outros, assim como Eu vos amei. Não existe maior amor do que dar a vida pelos amigos" (Jo 15,13).
- Palavra do Santo: "Existe um só amor para com Deus e para com o próximo. Este é o Espírito Santo, porque Deus é Amor".
- Oração: Senhor, Vós sois amor revelado na Trindade. Por amor nos criastes e por amor nos sustentais. No amor nos salvastes e no amor nos destes o primeiro e o maior de todos os mandamentos. Com Santo António, modelo de amor, possamos nos dedicar ao vosso serviço, no serviço dos irmãos. Senhor, que vosso amor se torne sempre mais a grande força transformadora do mundo. Por Cristo, na unidade do Espírito Santo. Amém!
- Pai-nosso... Ave-maria... Glória ao Pai...

7º Dia :: 6/6 – Santo Antônio e Jesus Cristo

- Sinal da cruz
- Palavra de Deus: "Jesus Cristo é sempre e o mesmo: ontem, hoje e por toda a eternidade. Não vos deixeis desviar por doutrinas estranhas" (Hb 13, 8-9)
- Palavra do Santo: "Ele veio para ti para poderes ir a Ele".
- Oração: Senhor, Vós revelastes o vosso amor, vossa bondade, vosso perdão e vossa imagem em Cristo Jesus. Fazei com que possamos reconhecê-Lo e amá-Lo, segui-Lo e indicá-Lo sempre aos nossos irmãos, pelo exemplo de vida, por nossas boas obras e pela nossa palavra. Por intercessão de Santo António, fazei com que nossa fé seja sempre mais viva e nossa missão sempre mais corajosa e fiel. Amém!
- Pai-nosso... Ave-maria... Glória ao Pai...

8º Dia :: 7/6 – Santo Antônio e o Espírito Santo

- Sinal da cruz
- Palavra de Deus: "O Espírito Santo, que o Pai vai enviar em meu nome, vos ensinará todas as coisas e vos lembrará tudo o que eu vos disse". (Jo 14,26)
- Palavra do Santo: "Em contato com o Espírito Santo, a alma vai, pouco a pouco, perdendo suas manchas, sua frieza, sua dureza e transformando-se totalmente naquele fogo aceso nela".
- Oração: Ó Deus, vosso Espírito criou do nada todas as coisas; tornou-se a força dos profetas e a coragem dos mártires. Pelo Espírito Santo, vosso Filho foi concebido no seio de Maria e por Ele nasceu a Igreja no mundo. Vosso Espírito fez de Antônio o santo de todos os povos e o pregador de vossa Palavra. Que sua luz nos ilumine sempre e nos transforme, de pecadores que somos, em santos para vossa glória. Amém!
- Pai-nosso... Ave-maria... Glória ao Pai...

9º Dia :: 8/6 – Santo Antônio e o Maria

- Sinal da cruz
- Palavra de Deus: "Maria, Tu és feliz porque acreditaste, pois se hão de cumprir as coisas que da parte do Senhor te foram ditas" (Lc 1,45).
- Palavra do Santo: "O Senhor criou o paraíso terrestre e colocou nele o homem, para que o cultivasse e o guardasse: infelizmente, Adão o cultivou mal. Foi então necessário que Deus plantasse outro paraíso, muitíssimo mais belo: Nossa Senhora".
- Oração de Santo Antônio: Rainha nossa, insigne Mãe de Deus, nós te pedimos: faze com que nossos corações fiquem repletos da graça divina e resplandeçam de alegria celeste. Fortalece-os com a tua fortaleza e enriquece-os de virtudes. Derrama sobre nós o dom da misericórdia, para que obtenhamos o perdão de nossos pecados. Ajuda-nos a viver de modo a merecer a glória e a felicidade do céu. Amém!
- Pai-nosso... Ave-maria... Glória ao Pai...

10º Dia :: 9/6 – Santo Antônio e a Eucaristia

- Sinal da cruz
- Palavra de Deus: "Eu sou o pão da vida: aquele que vem a mim não terá fome, e aquele que crê em mim jamais terá sede" (Jo 6,35).
- Palavra do Santo: "No altar, sob as aparências de pão e de vinho, está presente o próprio Jesus, vivo e glorioso, revestido daquela carne humana com que outrora Ele se ofereceu e ainda hoje continua se oferecendo todos os dias como vítima ao divino Pai".
- Oração: Senhor Jesus Cristo, que na Eucaristia nos deixastes o memorial da vossa Páscoa, concedei-nos a graça de que este mistério do vosso Corpo e do vosso Sangue realize a redenção e transforme a nossa vida numa comunhão sempre mais plena convosco e com os irmãos. Vós que viveis e reinais na unidade do Espírito Santo. Amém!
- Pai-nosso... Ave-maria... Glória ao Pai...

11º Dia :: 10/6 – Santo Antônio e a Cruz

- Sinal da cruz
- Palavra de Deus: "Quem não toma a sua cruz e não me segue não é digno de mim (Mt 10,38)
- Palavra do Santo: "O Cristão deve apoiar-se na Cruz de Cristo, como o peregrino se apóia no bastão quando empreende uma longa viagem... Dirijamos nossos olhares a Jesus, nosso Senhor, pregado na Cruz da Salvação".
- Oração: Senhor, o vosso amor se manifesta de infinitos modos, mas o maior gesto de amor ficou selado na Cruz redentora de vosso Filho. "Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a vida pelos seus". Senhor, a Cruz também foi assumida por Santo Antônio e anunciada como o grande sinal da Ressurreição. Dai-nos fé e coragem para tomá-la a cada dia e seguir-vos na doação pelos irmãos. Amém!
- Pai-nosso... Ave-maria... Glória ao Pai...

12º Dia :: 11/6 – Santo Antônio e a Missão

- Sinal da cruz
- Palavra de Deus: "Vós sois o sal da terra... Vós sois a luz do mundo... Que a vossa luz brilhe diante dos homens para que eles vejam as boas obras e louvem o Pai que está no céu" (Mt 5, 13-16).
- Palavra do Santo: "O fiel Cristão, iluminado pelo resplendor de Cristo, deve emitir centelhas de palavras e exemplos para, com eles, inflamar o próximo".
- Oração: Senhor, Vós nos criastes sem nós, mas sem nós não nos salvareis. Como aconteceu com Santo Antônio, fazei com que entendamos a nossa missão neste mundo, junto a nossa família e a nossa comunidade. Que ninguém de nós passe por este mundo na indiferença e na omissão. Com vossa ajuda e a proteção de Santo Antônio possamos produzir frutos de justiça e de paz, de fraternidade e amor, em Cristo, na unidade do Espírito Santo. Amém!
- Pai-nosso... Ave-maria... Glória ao Pai...

13º Dia :: 12/6 – Santo Antônio e a Eternidade

- Sinal da cruz
- Palavra de Deus: "Não se perturbe o vosso coração. Credes em Deus; crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se não fosse assim, eu vos teria dito; pois Eu vou preparar-vos um lugar" (Jo 14, 1-2).
- Palavra do Santo: "Então teus olhos serão realmente saciados, porque verás aquele que tudo vê... Então tua alma será realmente uma rainha, ela que agora é uma escrava aqui no exílio; teu corpo ficará repleto de felicidade e tua alma será glorificada. Teu coração dilatar-se-á numa alegria indescritível".
- Oração: Senhor, Deus da vida, vós nos criastes para vós, e o nosso coração estará inquieto até que em vós não repouse. Concedei-nos a graça de caminhar decididos rumo à Pátria celeste para a qual nos dirigimos, sem esquecer o bem que nos cabe realizar nesta vida para obtermos a vida eterna. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!
- Pai-nosso... Ave-maria... Glória ao Pai...

Retirado do site: http://www.cancaonova.com/portal/canais/formacao/internas.php?id=&e=4002

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Um pouco de saúde

Andei em busca de conhecimento sobre as vitaminas e sais minerais necessários para o corpo e me deparei com um site que foi muito útil na minha procura.
Devo dizer que não estou aqui para fazer divulgação do site, mas sim pelo conteúdo informativo que ele leva para a população e acrescento dizendo que todos devem seguir uma alimentação saudável para que possamos desfrutar melhor dos alimentos e assim poder prolongar a vida.

domingo, 4 de abril de 2010

Audiobook

Audiobook, audiolivro ou livro falado é uma gravação dos conteúdos de um livro lidos em voz alta. Ele se apresenta em suportes informacionais diversificados, podendo ser encontrado em K-7 e CD, além de outros formatos mais modernos como o MP3, o WMA, o Ogg, entre outros, podendo ser gratuitos ou pagos. As versões pagas contam com a vantagem de possuírem narradores profissionais contando a história, podendo haver ainda efeitos sonoros, que ajudam na interpretação do texto e evitam a monotonia na escuta. Já os gratuitos trazem uma grande variedade de obras para download, a maioria atualmente em domínio público, copyleft ou outra licença pública livre disponível, narradas por voluntários ou profissionais, gratuitamente. O audiolivro é ideal para pessoas que querem ler, porém, não possuem tempo para tal atividade, para deficientes visuais, para estudiosos que desejam otimizar seu tempo ocioso e para tipos de personalidades que sâo mais auditiva que visuais.
No mercado americano contamos, em 2010, mais de 50.000 títulos. No entanto, são os alemães os maiores entusiastas e consumidores de audiolivros, principalmente em formato de rádio novelas. Vários títulos brasileiros de escritores como Moacyr Scliar já tiveram suas obras encomendadas pelo mercado alemão para o formato audiolivro.
Hoje no Brasil o mercado esta em ascenção, com novas empresas investindo em títulos diversos, desde best-sellers a ninchos específicos como audiobooks para concursos públicos.
Contamos hoje com quase 1000 títulos em português

Livro falado para pessoas com deficiência visual

Fundações como a Dorina Nowill, tem um enorme acervo de audiolivros gratuitos para deficientes visuais.Basta cadastrar-se, e pode passar a receber gratuitamente pelos Correios.

Confundido muitas vezes com o Audiobook ou Audiolivro, versão de livro em áudio impregnado de efeitos sonoros, como fundo musical e vozes dramatizadas, o Livro Falado não é interpretado, não traduz sentimentos e não pode, em hipótese alguma, ter efeitos sonoros, pois ele tenta ser uma versão aproximada do livro em tinta. Além disso, a interferência da sonoplastia artística induz o ouvinte a um significado que provavelmente ele não teria se o áudio fosse gravado com a chamada "leitura branca" que, mesmo desprovida de recursos artísticos e de sonoplastia, obedece às regras da boa impostação de voz e pontuação, pois parte do princípio de que quem tem de construir o sentido do que está sendo lido é o leitor e não o ledor (pessoas que utilizam a voz para mediar o acesso ao texto impresso em tinta para pessoas visualmente limitadas).

Retirado do site: http://pt.wikipedia.org/wiki/Audiobook

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Desabafo


Sei que ando afastado do blog e que não estou postando minhas orações como vinha divulgando, mas a verdade é que estou passando por um momento de grande turbulência emocional.
Posso não estar postando as orações em que podemos conversar com Deus, mas sempre estou orando e pedindo ao Pai que me dê forças e ilumine meu caminho e assim poder encontrar uma solução para esse momento de grande angústia.

Desculpe-me por esse desabafo.

O que é orar em línguas?

Pergunta: "O que é orar em línguas? É orar em línguas uma linguagem de oração entre o Cristão e Deus?"

Resposta:
Há quatro passagens principais que são usadas como evidência para orar em línguas: Romanos 8:26; 1 Coríntios 14:4-17; Efésios 6:18 e Judas versículo 20. Efésios 6:18 e Judas versículo 20 mencionam “orando no Espírito”. No entanto, línguas como uma linguagem de oração é bem improvável que seja uma interpretação para “orando no Espírito”.

Romanos 8:26 nos ensina: “Também o Espírito, semelhantemente, nos assiste em nossa fraqueza; porque não sabemos orar como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós sobremaneira, com gemidos inexprimíveis”. Dois pontos importantes fazem bem improvável com que Romanos 8:26 esteja se referindo a línguas como uma linguagem de oração. (1) Romanos 8:26 indica que é o Espírito que expressa “gemidos”, e não os Cristãos. (2) Romanos 8:26 indica que esses gemidos do Espírito são “inexprimíveis”. A essência de falar em línguas é expressar palavras.

Isso nos deixa com 1 Coríntios 14:4-17 e versículo 14 especialmente: “Porque, se eu orar em outra língua, o meu espírito ora de fato, mas a minha mente fica infrutífera”. 1 Coríntios 14:14 menciona claramente “orar em outra língua”. O que isso significa? Primeiro, estudar o contexto é de grande valor. 1 Coríntios capítulo 14 é primeiramente uma comparação / contraste entre o dom de falar em línguas e o dom de profecia. Versículos 2-5 deixam bem claro que Paulo enxerga profecia como um dom superior ao dom de línguas. Ao mesmo tempo, Paulo exclama o valor de línguas e declara que ele é contente com o fato de que ele fala em línguas mais do que qualquer outra pessoa (versículo 18).

Atos capítulo 2 descreve a primeira ocorrência do dom de línguas. No dia de Pentecostes, os apóstolos falaram em línguas. Atos capítulo 2 deixa bem claro que os apóstolos estavam falando em uma linguagem humana (Atos 2:6-8). A palavra traduzida “línguas” em Atos 2 e 1 Coríntios 14 é “glossa”, o que significa “linguagem”. É a palavra da qual temos a palavra moderna “glossário”. Falar em línguas era a habilidade de falar em uma língua que você não conhecia, para comunicar o Evangelho a alguém que falava aquela língua. Na área multicultural de Corinto, parece que o dom de línguas era de grande valor e importância. Os Cristãos de Corinto puderam comunicar melhor o Evangelho e a Palavra de Deus como resultado do dom de línguas. No entanto, Paulo deixou bem claro, mesmo com esse uso de línguas, que era para ser traduzido como “interpretar” (1 Coríntios 14:13,27). Um crente de Corinto falaria em línguas, ministrando a verdade de Deus para alguém que falava aquela língua, e então aquele crente, ou outro na igreja, era para interpretar o que estava sendo falado, para que toda a assembléia pudesse entender o que estava sendo dito.

O que, então, é orar em línguas e como é diferente de falar em línguas? 1 Coríntios 14:13-27 indica que orar em línguas também é para ser interpretado. Como resultado, aparenta ser o caso que orar em línguas era oferecer uma oração a Deus. Essa oração ministraria a alguém que falava aquela língua, mas também precisaria ser interpretada para que todo o corpo pudesse ser edificado.

Essa interpretação não concorda com uma outra explicação que enxerga orar em línguas como uma linguagem de oração. Essa outra interpretação pode ser resumida de tal forma: orar em línguas é uma linguagem de oração pessoal entre aquele que crê e Deus (1 Coríntios 13:1), que o crente usa para se edificar (1 Coríntios 14:4). Esse interpretação não é Bíblica pelos seguintes motivos: (1) Como é que orar em línguas pode ser uma linguagem particular, se é para ser interpretada (1 Coríntios 14:13-17)? (2) Como é que orar em línguas pode ser para auto-edificação quando a Bíblia ensina que os dons espirituais são para a edificação da igreja, não de nós mesmos (1 Coríntios 12:7)? (3) Como é que orar em línguas pode ser uma linguagem particular de oração se é para ser um “sinal para os incrédulos” (1 Coríntios 14:22)? (4) A Bíblia deixa bem claro que nem todo mundo possui o dom de línguas (1 Coríntios 12:11, 28-30). Como é que línguas pode ser um dom de auto-edificação se nem todo crente o possui? Não é verdade que todos nós precisamos ser edificados?

Há um outro entendimento de orar em línguas que precisa ser mencionado. Alguns acreditam que orar em línguas é para ser um “linguagem de código secreta” que não permite que Satanás e seus demônios entendam nossas orações, e portanto ganhe uma certa vantagem sobre nós. Essa interpretação não é Bíblica por duas razões: (1) O Novo Testamento é consistente em descrever línguas como uma linguagem humana. É pouco provável que Satanás e seus demônios não sejam capazes de entender linguagens humanas. (2) A Bíblia registra inúmeros crentes orando em sua própria língua, em voz alta, sem se preocupar com Satanás interceptando a oração. Até mesmo se Satanás e/ou seus demônios escutassem e entendessem as orações que fazemos – eles não têm nenhum poder para prevenir que Deus responda as orações de acordo com Sua vontade. Sabemos que Deus escuta nossas orações, e esse fato torna a possibilidade de Satanás e seus demônios escutarem nossas orações irrelevante.

Tendo dito tudo isso, o que dizer dos vários Cristãos que têm experimentado orar em línguas e acham que é realmente poderoso para edificar? Primeiramente, precisamos basear nossa fé e prática na Bíblia, não em experiência. Precisamos enxergar nossas experiências de acordo com a Bíblia, não interpretar a Bíblia de acordo com as nossas experiências. Segundo, muitos dos cultos e religiões mundiais também registram ocorrências de falar em línguas / orar em línguas. É claro que o Espírito Santo não está distribuindo o dom de línguas aos incrédulos. Então, parece ser o caso que os demônios podem falsificar o dom de falar em línguas. Isso deve fazer com que comparemos com mais cuidado ainda nossas experiências com a Bíblia. Terceiro, muitos estudos têm mostrado que falar / orar em línguas pode ser um comportamento que se aprende. Quando se escuta e observa outros falando em línguas, uma pessoa poder aprender tal procedimento, mesmo que subconscientemente. Essa é a explicação mais provável para a grande maioria de exemplos de pessoas falando / orando em línguas entre os Cristãos. Quarto, o sentimento de “auto-edificação” é natural. O corpo humano produz adrenalina e endorfina quando experimenta algo novo, empolgante, emocionante e/ou desconectado de pensamento racional.

Orar em línguas com certeza é um assunto que os Cristãos devem discordar com amor e respeito uns pelos outros. Orar em línguas não é o que determina salvação. Orar em línguas não é o que separa um Cristão maduro de um imaturo. Se orar em línguas é ou não uma linguagem de oração não é fundamental à fé Cristã. Então, enquanto acreditamos que a interpretação bíblica de orar em línguas não sustenta a idéia de uma linguagem pessoal para auto-edificação – também reconhecemos que muitos que a praticam são nossos irmãos e irmãs em Cristo, que merecem nosso amor e respeito.

Obs.: Encontrei esse texto no site "http://www.gotquestions.org/portugues/orar-em-linguas.html" e achei de muita importância ser publicado para o conhecimento de outros.